Um toque para a cozinha: Quadrinhos de azulejo

São pequenos detalhes que dão uma diferença enorme nos ambientes. Decorar uma cozinha, por exemplo, sempre fica com aquele ar de interrogação pra muita gente, porque, como sair do básico piso e azulejo, ainda mais por ser um ambiente que tem que ser sempre limpo? Colorido ou no clássico do preto & branco, sempre podemos deixar um ambiente delicioso para aquele lugar de boa comida e boas conversas!

Detalhes também fazem parte da cozinha. Prateleiras com flores pequenas ficam lindas. Pequenos quadrinhos ou utensílios pendurados também podem compor o ambiente e dar aquele detalhe que faz toda a diferença.

Pensando nisso, a Cris do Ateliê da Cris (oi Mãe!) criou quadrinhos básicos na cozinha básica, e deu um chaaarme!

Ela ensinou rapidinho o processo de criação dos azulejos, olha só:

Você vai precisar de:
– Azulejos
– Ganchinhos
– Durepox
– Contact (da cor que quiser – aqui, ela optou pro preto para dar um ar clean na cozinha, ela gosta assim!)
– Moldes dos desenhos que deseja.

Limpe os azulejos. Faça a mistura do durepox e prenda os ganchos usando essa massinha. Se atente na posição do gancho, para não ficar torto .

Enquanto os ganchos se fixam, (1) passe os desenhos escolhidos para o papel vegetal para ficar mais fácil. (2)Utilize papel Estêncil e (3) passe os moldes dos desenhos que quer para o verso do papel contact. Desenhe todos e recorde os desenhos.

Verifique que o azulejo está limpo, e vamos colar. O contact não tem muito segredo. Deixe as pontas bem coladas e vai aplicando aos poucos, de preferencia com uma flanela passando para evitar as bolhas.

E pronto!

 

Da uma olhada no resultado:

final01

 

Você pode fazer diversos desenhos, pode trabalhar com outras cores ou se quiser mesclar cores, abuse da sua criatividade!


 
Imagens: 1- Azulejo Hidraulico / 2-Pastilhas

Reforma do Criado-Mudo – Parte 1

Lembra que falei das mudanças do quarto, nesse post aqui?
Pois é, uma da mudança foram os móveis (ou as cores deles) e vim explicar um pouco sobre como modifiquei.

Existem diveeersos modos de mudar a cor de um móvel de madeira, desde utilizar o contact e ‘encapa-lo’, até pintar o móvel.
Nesse caso eu optei por pinta-lo já que queria dar um acabamento fosco nele, e adoro a testura da tinta na madeira.

Para esse processo utilizei:

– Lixa fina para madeira (fininha, pra remover o verniz sem machucar a madeira)
– Solvente
– Tinta com acabamento fosco para madeira
– Rolinho pequeno para pintura
– Pincel para pintura

Meu criado estava nesse estado: Com alguns ‘machucados’, envernizado, adesivos colados, etc

1° passo (e fundamental, sem preguiça!) : Lixar – muito bem – o móvel. Retire o vestígio de verniz de toda a superfície, porque o verniz vai danificar sua pintura.

2° passo: Limpe bem. Retire todo o pó do móvel, lixar libera pozinho bem fininho, e ele vai deixar a pintura horrível! Limpe !

3° passo: Corrija esses machucados. Dê um acabamento legal pro criado. Eu esqueci de comprar a massa própria pra madeira. Sacomé né? Na pressa… Mas peguei um pouco de passa corrida, essas pra parede mesmo, como eram pequenos detalhes, com uma espátula fui tampando os burados e ‘machucados’ da madeira.

* Importante! Deixe secar a massa antes de passar a tinta!
** Se achar necessário, se tiver vergão ou falha na massa, passe uma licha bem fininha nela pra deixa-la lisinha!

4° passo: Leia bem as informações da tinta. Dissolva se necessário e inicie a pintura! Pintar exige paciência e cuidado.
Acho que o rolinho dá uma aparência bem mais bonita na pintura, porém se for um móvel com muitos cantinhos o pincel é importante para dar aquele acabamento final. E tenha paciência de esperar secar. Eu apliquei de 2 a 3 demãos em cada parte para ficar bem preenchido.

Coloquei um vidro em cima, só para dar um toque e preservar a tinta! No final, depois de tudo pintadinho, ele ficou assim:

Ah é, só passei uma tinta em um tom cinza (uns pingos de corange para tinta preto, e fez-se o cinza!) nos puxadores, só para dar um ar diferente enquanto não os troco.

Estou com algumas idéias de personaliza-lo, os puxadores estão totalmente caídos,  e vou fazendo aos poucos. Quero alterar os puxadores e dar um ar mais personalizado nele, e aquele toque ousado!

Logo logo mostro mais detalhes sobre ele e o resultado final !

O início: Mudando o quarto! – Parte 1

A história é mais ou menos assim: meu quarto é pequenino, e não tem muito espaço, mas tenho a sorte de que não tenho um guarda-roupa nele. Mas notei que meu quarto era meio… apertado e faltava uma otimização de espaço além de não cumprir as expectativas: eu precisava de um canto para trabalhar!

Resolvi então começar a dar outro ar ao quarto, modificando várias coisas. Mas não queria gastar muito, e nem podia! Então resolvi além de tudo dar um up nos móveis que eu já tinha! (são móveis em madeira, vale a pena preservar!)

O quarto tinha essa carinha ai (as fotos estão meio escura pois foram tiradas no tablet, a noite!)

 

Comecei pelo básico. Tinta na parede, e o mais complicado, tinta na madeira! Até o momento, está com essa carinha ai:

 

Modifiquei: Cores na parede, posição dos móveis,  cores dos móveis.

Adicionei: Escrivaninha (com 2 cavaletes coisa-mais-linda! comprada na Meu móvel de madeira) e uma mega cadeira (sacomé né? Gente que trabalha com TI tem umas coisas de trabalhar de madrugada, merece uma cadeira boa! Que comprei no Extra!)

O que falta: O-U-S-A-D-I-A . Quero um ar mais divertido e vivo no quarto. Está tudo bem ‘branco no roxo’, falta uma cor, uma vida. Já estou com várias idéias que aos poucos vou colocando em prática! 

O processo de pintura dos móveis de madeira foi beeem trabalhoso, acho que foi o que mais demandou no quarto !

Em breve as idéias novas para essa Ousadia do quarto virão por ai! =)