Clericot para refrescar (e fechar) o verão! (+18)

As águas de março estão tentando fechar o verão á uns dias (pelo menos por aqui em  SP – não para  de chover!) … mas ainda temos dias de calor e sol escaldante! E nada melhor que opções refrescantes para animar os dias quentes!
No começo  do ano, fiz uma festa no estilo “Hawaii” para comemorar o meu aniversário… E dentre as mil  ideias de cardápio e bebidas, uma especificamente me chamou atenção: o Clericot.
É uma bebida a base de frutas e vinho branco (quase uma sangria!), MUITO refrescante e saborosa. Ela é super simples e depois da festa já usei ela em outras ocasiões por ser muito leve e marcante.

Ingredientes

Base:

  • 1 garrafa de vinho branco (seco ou suave)
  • 1 lata de água Tônica
  • Suco de 1 laranja
  • 4 colheres de açúcar
  • Gelo

Frutas:

  • 1/2 abacaxí
  • 1 caixinha de morango
  • 1 caxo de uvas (sem caroço de preferência)
  • 2 pêssegos ou ameixas
  • 1 laranja cortada em rodelas,  ou 1/2 rodelas
  • Kiwi, Amoras, Maçã – fica ao seu gosto!
Material Necessário: Jarra grande / Tábua / Faca
  • Comece limpando o abacaxi. Corte em  cubos e leve ao congelador por pelo menos 30min;
  • Fatie as frutas – morangos ao meio ou em 4 partes,  uvas ao meio, ameixas em pedaços, etc;
  • Junte todas as frutas fatiadas em uma jarra;
  • Adicione o suco de laranja, o açúcar,  o abacaxi congelado e pedras de gelo, mexa bem para o açúcar dissolver
  • Adicione o vinho e a água tônica. Sirva  em seguida.

Sirva bem gelada. Vale colocar uma fruta na lateral  do copo para dar um  charme.
Eu gosto de só colocar a tônica quando vou servir, e normalmente é a última coisa que preparo para receber as pessoas com ela bem fresca.

Fiz um  teste de uma versão  sem álcool,  colocando ao invés do vinho, um pouco de água tônica e um pouco de soda italiana (eu ganhei aquela Acquamix ! =P )

Clericot07

Outra possibilidade  é usar tônica e suco de uva branca, daquele orgãnico. Mas ai, pega leve no açúcar, porque o suco é bem docinho!
Ai é só partir pro refresco 😎

Clericot09

 

 

O surpreendente Muffin de parmesão!

Tem um café super conhecido pelo mundo, que serve um tal muffin (ou alguns tais muffins), bem generosos e ‘cabeçudos’ …. Ele dispõe de sabor marcante, cara atrativa e preço… bom… deixa pra lá…

E claro que o que é bom, merece ser feito em casa, pra marcar e receber suas visitas com um ar todo saboroso, ou só pra se deliciar no conforto de casa mesmo!

Surpreenda-se com este muffin INCRÍVEL de parmesão!

Antes de mais nada…

Sabe aquelas forminhas altinhas, de petit gateau/cupcakes/muffins? Então, é importante te-las para fazer, e untar também é essencial.
Já separe umas 12 forminhas e pincele óleo nelas, e reserve!

Ingredientes

  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1 col. (sopa) de açúcar (nada muito generoso)
  • 1 sachê de fermento biológico (15g, aquele seco sabe?)
  • 200g (no mínimo) de queijo parmesão ~ fresco ~ ralado
    • e um pouco  mais para decorar os muffins!
  • 1 copo (250ml) de leite morno (nem super quente, nem frio!)
  • 1 ovo
  • 1/2 xícara (100g) de manteiga sem sal derretida
  • Pimenta do reino, orégano e tomilho à gosto
Material Necessário: Além das forminhas – Tigela/Bowl (1 pequeno e 1 grande) para misturar a massa
  • Em um recipiente pequeno, misture o fermento e o leite morno, e reserve;
  • Em um recipiente maior, misture a farinha, açúcar, temperinhos e o queijo;
  • Adicione a manteiga derretida e o ovo, incorpore na massa;
  • Por último, adicione a mistura do fermento à massa e incorpore. A massa vai ter uma textura entre o liquido e o cremoso;
  • Coloque a massa nas forminhas untadas (+/- 2 colheres de sopa generosas, tem que passar da metade da forma, deixa 1 dedo sobrando – a ideia é que eles fiquem ‘cabeçudinhos’!);
  • Coloque uma porçãozinha de parmesão ralado e orégano por cima de cada forminha.
  • disponha as forminhas sobre uma forma maior, cubra com um pano e deixe dentro do forno – desligado – por +/- 30min. Depois retire;
  • Pré aqueça o forno à 200g, e leve para assar, por 20 à 30min. Eu gosto deles bem dourados, por isso no fim, aumento um pouco o forno para deixar ele bem dourado por cima;
  • Retire do forno;
  • Coma. Quente, frio, morno, no dia, no dia seguinte… só, coma!

muffim09

Massa de Wrap Integral – E recheio Vegano !

Faz um bom tempo que aderi ao incentivo da “segunda-feira sem carne” ! É uma conscientização para a diminuição do consumo da proteína animal (carnes de boi, frango, peixes, etc) e que trás benefícios para o Mundo.

E não consumir carne me fez ver o quanto é difícil ser vegetariano/vegano por aqui. Comecei então a testar algumas opções vegetarianas/veganas e vou começar compartilhar as que dão certo e ficam incrivelmente saborosas!

Massa wrap integral

A massa do wrap é universal. Ela pode ser utilizada de diversas formas e com diferentes recheios, fica incrivel e é super pratica

Ingredientes:

  • 2 xícaras de Farinha de Trigo Integral
  • 6 colheres (sopa) de azeite
  • 250ml de água
  • Sal à gosto
    • Opcional: gergelim
Material Necessário: Tigela/Bowl para misturar , Rolo de abrir massa (pode ser uma garrafa também), panela elétrica.
  • Misture todos os ingredientes em uma bacia. Mexa a massa até que ela esteja uniforme. Garanta que a massa esteja bem úmida. Deixe descansando por 20min.
  •  Divida a massa em 4 partes iguais.
  • Espalhe farinha em um balcão e com um rolo abra a massa, deixando-a bem fina, mas de forma que consiga mexer sem quebrar – se quiser uma massa redonda, utilize um prato para cortar.
  • Deixe a panela elétrica bem quente. Coloque a massa e deixe cozinhando por aproximadamente 2min de cada lado.
  • Retire e coloque em um recipiente fechado para que a massa não fique crocante. E pronto!

[O melhor wrap vegetariano!]

Chilli de lentilha com Banana da Terra (V)

Ingredientes:

  • 1 xícara de Lentilha
  • 1 cebola roxa (cortada em fatias médias)
  • 2 dentes de alho
  • 130g de extrato de tomate
  • 2 colheres (sopa) de açúcar
  • Azeite
  • Sal à gosto
  • pimenta cayena à gosto
  • 2 bananas da terra
  • Alface, repolho ralado, cenoura ralada, e o que quiser para adicionar ao wrap!
Material Necessário: Panela e frigideira
  •  Deixe a Lentilha de molho de 4h a 8h (e descarte a água depois)
  • Em uma frigideira, com azeite, adicione o alho e a cebola. Após refogar, adicione a lentilha e mexa para que pegue o tempero. Adicione Sal à gosto. Cubra a lentilha com água, e refogue por ~20min ou até sentir ela al dente.
  • Misture Extrato de tomate, açúcar, pimenta cayena á gosto (cuidado!) .
  • Adicione a mistura do tomate à lentilha, e deixe refogar mais um alguns minutos, até encorpar (se quiser adicione um pouco mais de água,caso ache a lentilha muito dura). Desligue e reserve.
  • Corte a banana da terra em rodelas, leve à uma frigideira com azeite, e deixe até ficar morena dos 2 lados, assim ela solta o sabor.
  •  Monte seu wrap: Alface fresco (e o que mais preferir), Lentilha, banana da terra. Enrole o wrap e leve à frigideira por alguns minutos para aquecer, dar uma leve dourada e deixar a massa crocante!

Aproveite, e conheça novos sabores com a Segunda sem carne! (V)

Degustação: Café Kenya – Starbucks

Convenhamos, um bom cheiro de café logo cedo, pode mudar seu humor, né?

Se tem uma coisa que sou (viciada) apaixonada, é por café! E sendo assim, sempre que posso tomo um bom café. E mais que um bom café, adoro experimentar as variações de grãos e sabores que podemos encontrar.

Uma bela tarde por um Starbucks perdido em SP (Na verdade, no Starbucks do Shopping Eldorado ♥) decidimos ver como é o processo de degustação que a Starbucks oferece!
A degustação é free, grátis, na faixa! Sim, café grátis na Starbucks!
As degustações (na loja do Eldorado, pelo menos ) ocorrem às 16h, e para participar, basta conversar com um dos baristas e manifestar seu interesse.
No horário marcado, eles iniciam o processo de apresentação do time e do café do dia. Os baristas que fazem as apresentações tem ‘graduação’ em café, eles conhecem sabores, aromas, grãos e modo de preparo.

DSC_0953

DSC_0943

O café é moído na hora, e preparado na prensa francesa.
O preparo com uma prensa francesa, preserva os óleos naturais do café que o filtro de papel absorve, e extrai o sabor do café por inteiro, proporcionando uma consistência mais densa.

DSC_0947_2

Fiz a degustação do café Kenya.
O Kenya é um café de torra média (nem tão amargo, nem tão suave). E ele é considerado um café cítrico, que no meu paladar remeteu a 2 ‘sabores’: a casca da laranja e um sabor terrado (♪ cheiro de terra molhada ♫). Ah, e por ter esse toque cítrico, dizem os baristas que ele é um bom café para se tomar gelado!
As etapas de apresentação e degustação, são acompanhadas também de harmonização de alguns itens do cardápio do Starbucks.
E para a harmonização o time escolheu: suco de laranja e bolo de laranja com cobertura de chocolate.

DSC_0944

Se engana quem pensa que você simplesmente senta e toma o café comendo e bebendo as harmonizações… O time da Starbucks senta, apresenta o café e as principais características, e te ensina 3 passos super legais para de fato degustar um café (OBS: degustação engloba entender as características e sabores do café, por isso é feita sem açúcar!) :

1° Características no cheiro: para começar a identificar características do café, antes de prova-lo você deve senti-lo. Para inciar, você deve fazer uma ‘cabaninha’ em sua xícara, deixando somente um dos lados aberto para que o cheio saia. Esvazie os pulmões longe da xícara, e volte a inspirar na cabaninha, sentindo os aromas do café. Nesta etapa, algumas características do café já poderão ser identificadas.

2° Sucção do café: Sabe aquela coisa de fazer biquinho e sugar, fazendo barulho? Pois é, por mais estranho que seja, ela faz parte da degustação. Essa sucção faz com que, além do aroma, seja ingerido o líquido em pequena porção, fazendo com que as glândulas do paladar sejam aguçadas, e o sabor se torne mais claro.

3° Identificação de sabores e Harmonizações: Neste momento, em um bate papo você diz quais as características do café identificou, à que lembra, etc. Na sequencia, é feita a harmonização com os itens escolhidos pelo time.
Os itens da harminização são incríveis porque, sem adição de açúcar, realçam e tornam o café mais doce!

Importante: Na degustação não existe certo/errado. As características que você identificar, são únicas e suas. O que para mim na primeira etapa remeteu a um sabor ‘terroso’, para um amigo, foi algo voltado à baunilha! Sabores e memórias são individuais!

Vale a pena fazer o teste e degustar. Os cafés da Starbucks tem características próprias e alguns diferenciais que valem a pena serem lembrados.
Ah, e não desanime por eles serem em grãos: A Starbucks mói o café de acordo com o método que você for passa-lo (Cada meio – cafeteira, prensa francesa, filtro de papel – tem uma granularidade específica), moer o grão na hora, preserva as propriedades e características de cada café!

Para quem gostar de café, é muito válido sentar 30min e desfrutar de sabores diferentes.
Para quem não gosta, faz um teste, quem sabe não encontra um café com características que te agradem?

Pão de batata doce integral com linhaça !

Nada como um pãozinho macio, saboroso e ainda por cima saudável para começar o dia, né? Que tal aproveitar o fim de semana que vem ai, para testar essa receita?
Ele pode ser a ‘Fuga’ daqueles lanches tradicionais da semana, funciona muito bem congelado (e quando descongela, parece que foi tirado do forno naquele momento), e é tão fácil de fazer que dá até para colocar as crianças na cozinha.

Fiz os meus recheadinhos, mas sem recheio também fica ótimo! Então aproveitando essa onda fitness e a vontade de todos de mudar os hábitos e se cuidar mais, se liga nessa receita!

 

Ingredientes_pao

 

 

 

(1) Em um recipiente pequeno, junte o leite morno, o açúcar e o fermento e reserve.

(2) Em uma tigela, junte o purê, manteiga, sal e ovo.

(3) Quando todos os ingredientes estiverem incorporados, adicione o líquido com fermento, e encorpore bem na massa. Se quiser, adicione também algum grão que goste. Eu adicionei linhaça na minha massa. Fica ao seu gosto.

 

(4) Adicione a farinha aos poucos, incorporando a massa. O ponto da massa é quando ela está descolando da mão. A minha ficou em média em 3 xícaras. Mas lembre-se, não deixe a massa muito seca, você vai usar farinha para abrir a massa depois.

(5) Deixe a massa descansando por 30 a 40 minutos, para que ela cresça. Dica: Deixe no forno, coberta, e com a luz acesa, ajuda no crescimento.

(6) Depois que a massa cresceu, hora de abri-la. Ela abre muito bem com o rolo, mas enfarinhe uma superfície, e se quiser, passe um pouco no rolo. A massa depois que fica parada se torna um pouco mais úmida, e pode grudar.

Eu optei por fazer pães pequenos individuais, mas um pão grande também fica bom !  Em pequenas porões, abri a massa, coloquei os recheios e fechei.

(7) Depois de modelados, deixe descansando por mais uns 10min antes de ir ao forno (aproveite para pré-aquecer o forno).

(8) Pincele gema de ovo (apenas um pouco) em cima da massa. O ovo faz com que a massa fique mais crocante por fora e douradinha.

(9) Leve ao forno, por aproximadamente 20min, até ficar douradinho.

 

Minha passa rendeu 18 pãezinhos recheados. Mas varia do tamanho que você fizer !

Fica ai mais uma opção com saúde e sem neura pra adicionar ao seu dia-a-dia! =D