World Tour: Salud, Uruguay!

Não há nada melhor do que tirar um tempo fora de tudo e desfrutar de experiências diferentes que marcam, e ainda por cima descansar em lugares incríveis, né?

E a ausência veio por um tempo que resolvemos tirar para planejar e viajar! E assim começa o ‘world tour’, a exemplo do ‘sp tour’, vamos contar um pouquinho do que vivemos e conhecemos do Uruguai!

Bem-Vindo ao Uruguai !

Nossa primeira impressão já posso dizer que foi muito boa. A chegada ao aeroporto de Carrasco foi muito tranquila e com uma paisagem incrível. E ai já vem uma dica preciosa: nosso ‘translado’ do aeroporto ao hotel, foi feito de Uber! Sim, o app funciona lá com a mesma conta, regras e conforto do Brasil! E foi melhor ainda pois pegamos um motorista muito atencioso que foi nos apresentando cada bairro e ponto importante da cidade. Foi incrível!

img_6225

Estadia, roteiro e planos

Ficamos hospedadas em Montevidéu, no bairro Cuidad Vieja (Cidade Velha), que é o bairro mais próximos de diversos pontos turísticos e de fácil acesso á vários pontos da cidade.

Nossos planos no Uruguai incluíram conhecer praticamente toda a costa do Uruguai, de Colônia Del Sacramento á Punta Del Leste, e conhecer diversos pontos dentro de Montevidéu que é a capital (e onde 80% dos Uruguaios vivem!), a maior cidade em território e que possui mais pontos à serem conhecidos.

A natureza prevalece por todo Uruguai, assim como todo o cuidado evidente com todos os pontos de história da cidade. Os uruguaios tem amor por sua pátria, e levam isso para todos os lados, e mostram preservando suas tradições e toda arquitetura das cidades.

casapueblo

Hábitos, rotina e tradições uruguaias

Os Uruguaios tem muito orgulho de sua nação e tradições. Eles tem um ritmo diferente de viver. É comum (em 99% dos Uruguaios) as pessoas na rua andarem com uma garrafa térmica e seu copo de mate na mão (mate = bebido como o chimarrão, mas eles chamam de ‘yerba’ mesmo, para eles chimarrão é outra coisa – que eles não gostam). Assim como nas tardes dos finais de semana, levar uma caixa de som e dançar tango na praça.

Eles preservam suas tradições e suas heranças. Os prédios  (habitados e conservados) que rodeiam a 18 de Julio (principal avenida de Montevideo) são todos com arquiteturas antigas e que lembram a sua colonização. E esse mesmo orgulho pode ser visto em colônia del sacramento, onde eles mantém suas construções preservadas.

Come-se muito bem também, com muita variedade de carnes, acompanhamentos diversos (bastante batata, por sinal). Não há miséria na alimentação. Eles, como no geral, não servem arroz/feijão, como nós. Gostam de batata. Carne vermelha (que a produção é um orgulho nacional) e peixes.

20160806_1645060

Nos próximos posts vou trazer um pouco sobre a alimentação que tivemos, pontos turísticos e a história da arquitetura do Uruguay!