Árvore de fotos – DIY

Faz um tempo que temos uma ideia em casa: adicionar algumas fotos na decoração.
Além de dar um ar bom de lembrança e aconchego, elas ficam  um charme quando bem expostas.

Fui buscar algumas ideias de quadros diferentes, e como não achei nenhum que combinasse com a proposta da sala lá de casa (isso eh um oooutro assunto), resolvi fazer o meu, com todo o ar rústico que merece hehe.

Pra montar este porta retrato, utilizei:

  • Galho madeira
  •  3 porta-retratos 10×15
  •  Sisal
  • Cola para Madeira ou cola quente
  • Verniz, lixa, serra, anti-cupim (para acabamento)

Este galho peguei na chácara, pelos matos da vida… ele estava no chão, sujo e com vários pontos ‘quebrados… então ele precisava de uma limpeza e acabamentos. Para dar acabamento no galho:

– Primeiro, com uma serra, cortei as pontas mais destruídas;

– Depois,descasquei todo o galho, tirando a casca grossa e sujeiras/mofo;

– Passei 1 mão de anti cupim;

– Depois de seco, passei uma mão de verniz;

Enquanto nas pausas para esperar o galho secar, fui preparando os acabamentos.
Aqui usei 3 pedaços de Sisal para prender os quadrinhos que fui medindo no olho mesmo (É importante trabalhar com sobra, para que tenha conforto na hora de amarrar e prender no galho).

Para prender a corda no porta retrato, usei cola quente em toda lateral, fixando a corda… (aqui é a hora de decidir se serão fotos em retrato ou paisagem!) e prendi a corda!
Não se preocupe se ficar torto, você corrige quando estiver prendendo no galho, por isso é importante ter folga no tamanho das cordas.

Tudo seco, basta prender os porta retratos na altura que achar mais legal.

Aqui como usei 3, tentei deixar o do meio mais centralizado possível e os da ponta na mesma posição para não ficar torto hehe. Você pode trabalhar com alturas diferentes também, a criatividade é válida. Na parte de trás, aproveitei  e fiz um reforço em todo sisal, pra manter os nós firmes… Pendurei a corda que servirá para por na parede, no mesmo processo, e pronto!

Eis o mais novo destaque da parede da sala =)

0009

E esse é o primeiro ponto de mudança do ‘projeto sala’, é um projeto desse ano ainda, hehe, em breve conto mais sobre ele por aqui!

Espero que tenham gostado =)

Soleira: como e quando usar?

Vejo por ai, em diversos locais, soleiras de pedras, lindas. Como vejo muitos locais sensacionais que não utilizam soleiras. E isso é uma dúvida que tenho: usar ou não soleira no apartamento?

Fiz uma pesquisa enorme para evitar os erros no uso ou não da soleira. E reuni algumas informações que pode ser útil para quem tem as mesmas dúvidas que eu (e as que achei mais válidas, porque tem diversas opiniões diferentes !rs ) =)

A soleira é utilizada para a divisão dos cômodos, ela limita no chão, até onde vai a área de cada ambiente. Porém, com os ambientes cada vez mais integrados, o uso da soleira deve ser muito bem pensado para não gerar conflito no ambiente.

O uso da soleira na porta de entrada, por exemplo, é super recomendado pois dá a exata ideia de entrada da casa. Assim como na porta para a varanda, que divide a casa dá área externa.
Se o ambiente tiver desnível de piso, também é recomendado o uso pois separa e define claramente o desnível de piso.
Em uma sala e cozinha, pode ser utilizado ou não a soleira, depende da sua intenção, das combinações de piso, etc. Se o seu objetivo for ter os 2 ambientes bem integrados, mesmo que com pisos diferenciados, o uso da soleira não se faz necessário.
Já quando é a separação do banheiro com o corredor por exemplo, onde os pisos são diferentes, é super recomendado o uso, torna muito mais bonito a junção dos ambientes.

Fotos: Google

E as combinações?
A soleira pode ser similar e combinar com os pisos ao qual está separando o ambiente. Porém, há quem queira soleiras que contrastem com os pisos, dando a diferenciação de ambientes. Nos últimos tempos, é comum essa combinação (não faz meu estilo, e deve ser feita com cautela para não ficar estranho!)
O material da soleira também sempre é uma dúvida, o que sempre vejo o pessoal perguntando é se a soleira, deve ser igual às pedras das bancadas de pia de cozinha/banheiro… E não, não é obrigatório, o recomendado é combinar com os pisos…. Você pode colocar em tom similar, mas levar para o piso, o mesmo elemento da bancada que é um dos ‘destaques’ da cozinha, pode deixar o ambiente carregado.

Fotos: Google

Em resumo, o certo/errado do ambiente vai muito mais em qual a sua intenção no ambiente. há regras, claro, mas o uso da soleira depende bem do seu estilo… por tudo o que li, acho que no apê irei usar em: porta de entrada, separação de banheiros e porta da varanda. Acho que entre cozinha e sala não usarei, mesmo que os pisos sejam diferentes. E no quarto, é o dilema, pois não sei se vou usar o mesmo piso ou vou mudar :p

Agora, é a hora de começar a fazer as pesquisas dos ambientes, porque mês que vem espero conseguir pegar a chave para começar as mexidas no apê! \o/

Comprinhas Black Friday 2015!

E lá veio de novo a Black Friday!

Ano passado, foi um mar de aquisições para casa (que mostrei aqui ! )… Já esse ano, a crise! Hahahaha

Na verdade a opção deste ano foi não gastar, como o apê sai ano que vem, serão tantos gastos, que preferimos segurar as compras ! Mas CLARO que não poderia passar em branco, né?

Para não dizer que não teve nada, fizemos algumas aquisições pequeninas, mais focadas na decoração da casa, tudo itens ‘achados’ dando uma volta na loja da Etna que é um mar de tentações, mas esse ano foi algo mais ‘o que achar, tá valendo’, porque não tínhamos nada planejado… Fui despretensiosa, e sem poder gastar muito =

Mas no fim, achei que tivemos bons achados, itens bem fofos e diferentes que vão ficar super fofos no ape, olha só:

  1. Incensário | 2. Caixinha Madeira | 3. Pote Café | 4. Pote Açúcar | 5. Estrelas | 6. Porta Velas Carroussel

O foco esse ano foi mais nos detalhezinhos, coisinhas de decoração, alguns itens para o natal (que ano que vem, tem no ape! =D ) e pra variar algo pra cozinha (que já não cabe mais nada! rsrsrs) … Mas sem exageros, afinal, daqui à alguns meses… lá vem a reforma ! Tudo ai em cima, saiu por R$ 119,00 !

E vocês? Qual o saldo da black Friday?

SP Tour: Desvendando a Vila Madalena

Já faz um tempo que venho ensaiando conhecer um pouco mais de SP.. Afinal, nasci em SP, vivo em SP e não tenho a pretensão de ir morar fora de SP (pelo menos por enquanto!), e quando vejo algumas coisas por ai, falando de toda a cultura e diversidade que vivemos por aqui, vejo que na verdade, pouco conheço da minha terra…
Por isso, resolvi agora, fazer tour e conhecer a fundo todos os cantos dessa cidade ♥
Opcionalmente: A pé, utilizando transporte público, e tendo a chance de ver os detalhes, ponto a ponto!

Comecei pelo atual bairro mais queridinho de SP: A Vila Madalena!
A vila, vem sendo o point de SP, não só pelos seus old points de bares e baladas que compõe os melhores picos, mas também pela sua cultura de rua, que proporciona acesso a todos, ali, pelas ruas mesmo.
Planejei minha rota, passando pela feira da Benedito Calixto, Igreja do Calvário, Beco do Batman, Escadaria do Patápio e Armazém da cidade.

  • Feira Benedito Calixto

A feirinha da Benedito Calixto é um clássico! Por lá você vê Várias peças antigas que são verdadeiras relíquias (conjuntos de prata, porcelanas trabalhadas), moedas de colecionador, vinis, câmeras antigas, brinquedos clássicos, canetas, relógios … E pelo meio da feirinha, ainda encontra barracas de petiscos, comida Baiana, comida Saudável, Empanadas, pastéis… nhami! rs
E ainda tem um chorinho delícia que dá vontade de sentar e ficar a tarde toda ouvindo!

Ás voltas da feirinha, você encontra diversos galpões.. São feiras comunitárias, cada um vende seu produto, porém não tem box separando as vendas, e é um ajudando  o outro, em um clima muito amigável e receptivo, você encontra diversos produtos de diversas frentes…

  • Igreja do Calvário

No fim da Feira da Benedito, lá no Alto, fica a Igreja do Calvário. No tour de arte de rua, ela tem destaque por ter seus muros todos com grandes artes grafitadas! São enormes paredões com grafites coloridos que simbolizam SP.
Ela começou a ser construída em 1923 e passou por diversas fases de construção. De longe dá para ver a construção imponente da igreja.

O Mural do lado externo foi feito por Eduardo Kobra, em 2012 e leva o nome de “Viver, Reviver e Ousar”. Ele faz referências é diversos pontos turísticos do Mundo, com destaque ao Monumento das Bandeiras, marco de São Paulo.

  • Beco do Batman

No pico mais badalado da vila Madalena , encontra-se uma verdadeira galeria de arte á céu aberto. O Beco do Batman teve sua história iniciada na década de 1980 quando foi encontrado paredes do bairro um desenho do homem-morcego dos quadrinhos. Foi o pontapé para que grafiteiros disputassem cada espaço de parede para lançar sua arte.

De verdade, os grafites são um show a parte! São detalhistas, ocupam cada espaço de parede, se ligam à elementos da natureza, ou fazem com que a arte passe por cima dos elementos. Chamam a atenção por cores, muito bem utilizadas e combinadas. E se olhar pra cima, vai ver arte nas partes altas dos prédios também! É um show visual andar por lá (E os vários gringos que você encontra transitando por lá, também concordam, hehe).

 

  • Escadaria do Patápio

É uma senhora subida: A escada tem 94 degraus.
E uma senhora arte: revitalizada agora em 2015, a escada passou a contar com revestimento de azulejos brancos, decorados pelo artista plástico Élcio Torres. A cada bloco de degraus, um desenho e uma poesia ♥ .

Espalhados pelas laterais da escada, você encontra também diversas plantinhas, que tem como vaso, diversos itens inusitados (de pedaços de cano a sapatos!), dando mais arte à escadaria.

 

  • Armazém da Cidade

O Armazém é um centro de muita gastronomia e música boa. Quase todo domingo por ali, acontece o Jazz na rua.
Como fui no sábado, o Jazz não estava na rua, mas estava rolando dentro do armazém. Música muito boa, por sinal!
No armazém, variedade de barraquinhas com pratos diferentes (nas pegadas de gourmetização !)  é grande, para se refrescar, uma boa variedade de cervejas e petiscos para sentar, ouvir uma boa música, papear e relaxar!

armazem01

Resumão do tour: Um show visual pelas ruas, o bom convívio entre as pessoas renova a energia, é um passeio leve que dá gostinho de ‘quero mais’. Vale a pena andar pelo bairro, não só para um tour, mas para sentar na ruinha de paralelepípedo, com uma cerveja e desfrutar do clima e som espetaculares.

Vila Madalena, você já está no meu

#SonhosDeConsumo: Corujas, como não amar?!

Tenho uma paixão: CORUJAS! Tudo (ou quase) que tem corujas, chama a minha atenção. É automático, sabe?
Vejo uma corujinha, já paro para olhar, pensar onde posso deixar, em que posso usar. Dessa paixão já surgiu até até uma tatuagem de ‘mini-coruja’ que ocupa minha panturrilha toda 😀

Ai estava eu caçando algumas lojas pela internet, e encontrei cada coisa liiinda de coruja!

corujas

 

Saleiro e pimenteiro Coruja | Porta Velas Coruja | Timer de cozinha Coruja | Relógio de Parede|
Luminária Corujinha | Coruja Decorativa | Coruja em Madeira 

Ai gente… ai pra ajudar, a Cris to Ateliê da Cris, fez pra mim esse lindíssimo peso de porta, olha só que paixão <3 COM CERTEZA ele vai pro apê, amei !

coruja_atelie

 

Ainda não comprei nada em específico de corujas para levar pro apê. Tenho uma pequena coleção que com certeza vai comigo. Mas um objeto que eu fale ‘Esse é do apê!’, ainda não tenho =
Quem sabe um desses sonhos de consumo não entram na lista de compras né? hehe

E vocês, qual o bichinho ou símbolo que acha fofo e coloca em detalhes da casa?